No dia 10 de agosto de 1990, a American Psychological Association prestou merecida homenagem a um dos mais eminentes psicólogos do século passado e nos ofereceu a oportunidade de ouvir e ver Skinner, uma semana antes de sua morte.

A apresentação de Skinner é comovente em vários aspectos. Sabe-se que, ali, ele está com a saúde profundamente abalada mas sua fala é serena, concisa, clara, fluente. Ele não precisou recorrer a anotações para sintetizar a essência da produção intelectual de toda uma vida.

Em poucos minutos, ele nos transmitiu o seu legado. Uma contribuição que mudou drasticamente a concepção de homem, oferecendo, aos que o ouvem, um novo paradigma sobre a natureza humana. Ele se coloca ao lado dos grandes homens que mudaram a historia da humanidade. Esta contribuição ainda está por ser plenamente reconhecida.

Categoria:

Educação